Idéias, Movimentos e Conquistas

Detalhamos com exclusividade os bastidores de nossa primeira série de vídeos documentários feito em cima de iniciativas de superação e ação social.

De todos os projetos que a produtora Rush Video vem realizando atualmente existe um em especial que nos causa uma imensa comoção. São os vídeos da série “Idéias, Movimentos e Conquistas“.

O projeto surgiu de um encontro de almas, de Igor Bellino Rigolon, do grupo Transformadorez, com Toni Ferreira, da produtora Rush Vídeo, e busca documentar através de vídeos nas redes sociais, iniciativas de pessoas que almejam transformar a nossa sociedade.

A primeira leva de vídeos que traduz esse anseio, foi o registro do espetáculo “MuDanças” da Academia Barracão da Dança, apresentado no Teatro Castro Mendes em Campinas no final de 2018.

O espetáculo de dança, que reuniu os professores do Barracão e mais de 250 bailarinos da escola, apresentou coreografias com histórias de superação de pessoas comuns, que enfrentaram (e enfrentam) grandes problemas como a perda do filho, o preconceito racial, o câncer, doenças degenerativas e tantas outras histórias que poderiam ser o ponto final, mas transformaram-se no início de ações geradas pela determinação, fé e amor.

Claro, não foi um espetáculo sobre dor ou tristeza, mas sim, de superação, demonstrando como, por trás de um trauma, a vida precisa prosseguir. Um espetáculo que reafirma uma vitória muito particular, admirável pelo modo como une a energia e a coragem da pessoa para traduzir em movimentos o que transborda do coração.

A nossa produtora de vídeo, Rush Vídeo, documentou cada etapa da criação deste espetáculo. Desde os ensaios das coreografias nos bastidores do teatro, a concentração nos camarins. Entrevistamos os professores, conversamos com os bailarinos em condições especiais e tomamos contatos com suas histórias de luta, muito esforço, apoio e finalmente o prazer da conquista de subir ao palco e apresentar seu talento.
Depois, numa segunda etapa, decantamos horas de registro numa edição, que segmentasse cada coreografia tematicamente num vídeo específico. Com isso produzimos uma série de nove vídeos. O primeiro pode ser acompanhado nas nossas redes sociais (https://m.facebook.com/story.php?story_fbid=2268232479888669&id=875844729127458), e os seguintes devem ser lançados em breve.

E tudo foi realizado de forma voluntária. Aliás, aprendemos que produzir um vídeo documentário de forma voluntária transcende qualquer compensação financeira. Um trabalho voluntário traz a sua empresa a oportunidade de se desenvolver socialmente, de ter experiências em comunidades que raramente sua equipe participa, a ter contato com grupo de pessoas que estão mudando o mundo para melhor – a compensação, portanto não é de ordem material, mas de você sentir que está envolvido numa história de participação social e cidadã.

A gratificação pra isso, não tem preço.

Comments are closed.