ENTENDA PORQUE A RUSH LANÇOU O SEU VÍDEO-MANIFESTO

A pandemia colocou o planeta em quarentena e a Rush Video, produtora de Campinas, interior de São Paulo, a exemplo de outras empresas espalhadas pelo mundo precisou se reinventar. As barreiras físicas foram superadas com as ferramentas on-line e a equipe, embora distante, se manteve unida e ativa. Com alguns ajustes e todos os cuidados preconizados pelas autoridades sanitárias, captações, não passíveis de adiamento, foram realizadas. Afinal, registrar esta nova realidade é um dever para uma empresa que trabalha com comunicação, como a Rush. Ao mesmo tempo, as ideias, fervilhavam, uma espécie de fruto do ócio criativo imposto pelo momento, que nos presenteou com um novo cotidiano, onde o tempo, antes escasso, desacelerou e, como num passe de mágica, as 24 horas do dia ganharam um novo ritmo e se multiplicaram. E assim, a quarentena foi rendendo frutos. Junto com toda a aflição e angústia trazidas pela COVID-19 também nasceram planos de expansão, projetos e roteiros. E a vontade de compartilhar as reflexões sobre este momento singular pulsava cada vez mais forte. Foi assim que nasceu a ideia do vídeo, “Novos Tempos, um Manifesto”, produzido pela equipe Rush.

FORMATO GANHA RELEVÂNCIA

Formato que ganha cada vez mais relevância, o Vídeo-Manifesto surge como uma alternativa ao vídeo institucional, mais moderna e em sintonia com os novos tempos. Hoje, mais do que vender produtos e serviços, as empresas precisam proporcionar uma experiência a seus consumidores. E quanto mais intensa e relevante for esta experiência, maior será o engajamento com a marca. Para isso, é preciso trabalhar o branding, ou seja: as imagens ou ideias a ela associadas, incluindo slogans, símbolos, logotipos e outros elementos de identidade visual, de forma que traduzam os valores, a missão e visão da corporação. O produto ou serviço gerado são consequência de um propósito maior. Grandes e reconhecidas marcas estão revendo seus posicionamentos e os vídeos-manifesto são uma forma de comunicar isso ao mercado. O resultado costuma render filmes emocionantes que traduzem o propósito da marca e encanta o consumidor ao revelar que um grande negócio também envolve a satisfação de sonhos, anseios, a promoção da alegria e o bem-estar. Num momento onde um vírus foi capaz de frear grandes economias e subjugar todos os povos, independente de etnia, crença ou classe social, nenhum formato parece ser tão adequado. E assim, atendendo a uma necessidade de expressão a uma oportunidade de exercitar os talentos da sua equipe, a Rush decidiu dar voz ao seu próprio manifesto.

EXAUTANDO OS ARTISTAS DOS NOVOS TEMPOS

A ideia inicial era celebrar os artistas, já que a arte, sob a suas mais diversas formas de expressão, se mostrou tão necessária, tão relevante, durante o isolamento. Contudo, conforme o brainstorming evoluía percebemos que todos nós, como cidadãos ou profissionais, estávamos assumindo o papel de artistas, cada um com a seu roteiro. Além disso, figuras importantes, imprescindíveis, antes relegadas ao papel de coadjuvantes, ganharam o merecido protagonismo. Palmas começaram a brotar espontaneamente para saudar os profissionais da saúde, onde temos uma relação estreita com uma das mais conceituadas entidades de pesquisa na áera, a Fundação Oswaldo Cruz, mocinhos na história onde a COVID-19 é o vilão que desencadeou grandes eventos e trouxe ao palco as faces nefastas da desigualdade social. Tal qual malabaristas de um circo, centenas de classes profissionais se viram obrigadas a equilibrar o home office, com as atividades domésticas e as aulas on-line dos filhos. E as professoras, por fim, tiveram o seu talento reconhecido. Sozinhas comandam uma sinfonia complexa, com artistas inquietos e tagarelas, com personalidades tão distintas. Ensinar é uma arte e a pandemia não nos poupou desta lição. E o que dizer daquelas artistas que, numa coreografia muitas vezes solitária, deixam nossos espaços higienizados. São figuras invisíveis, relegadas as coxias, mas que merecem todos os flashs. Descobrimos, inclusive, que seus passos são bem mais complexos do que supúnhamos. São tantos exemplos e foi para saudar todos estes artistas, para reconhecer esta multiplicidade de talentos, que a Rush preparou o seu manifesto.

MENSAGEM MANIFESTO RUSH

A nossa expectativa é que o show continue e que o respeito, a tolerância, a empatia, não saiam de cena jamais e que todos, indistintamente, tenham direito às luzes da ribalta, aos aplausos. Esperamos que o nosso manifesto, sirva de reflexão e inspiração. E se você quiser lançar o seu próprio manifesto, sentir necessidade de mostrar ao mercado qual o propósito da sua empresa, do seu negócio, independentemente do tamanho e segmento, nós podemos ajudá-lo. Mais do que simplesmente produzir conteúdos, a Rush busca soluções audiovisuais para sensibilizar a sua audiência, que pode ser interna, na figura de parceiros e colaboradores, ou externa voltada para seu público consumidor. Hoje ainda não podemos receber nossos clientes, parceiros e amigos para aquele cafezinho, aquele bate-papo que nos aproxima e tanto nos enriquece. Mas estamos, como sempre, disponíveis através de nossos canais digitais. O audiovisual hoje é ferramenta que aproxima, que entretém, que ensina, que diverte, que informa. Os tempos anunciam mudanças e a Rush está pronta para roteirizar e produzir este novo episódio.

O QUE É UM MANIFESTO?

Um manifesto nada mais é que uma declaração pública que pode ser feita pelos motivos mais distintos. Eram usualmente redigidos em forma de textos para rebater críticas ou para transmitir ao público uma mensagem específica que podia ser, inclusive, a cultura da empresa, explicitando a missão, os valores e daquele negócio.
Mas o mundo foi se transformando e hoje os consumidores estão mais críticos e exigentes e esperam um posicionamento consistente das marcas. Não há mais espaço para campanhas publicitárias que não considerem a diversidade das raças, dos biotipos. Posicionamentos sexistas, homofóbicos, de objetificação da mulher, promoção do riso às custas da ridicularização do outro, finalmente não ajudam mais a vender produtos ou estilos de vida. Mas não há mais espaço para o silêncio. E foi justamente para reverberar esta nova realidade que surgiu o vídeo-manifesto.
Este é um formato que também ajuda a compor uma melhor percepção de valor do produto ou serviço. O cliente agora deseja se conectar com as marcas que consome. O preço não pode mais ser visto como um dos principais diferenciais competitivos frente a concorrência. Mas antes de produzir o seu manifesto é importante que a empresa reavalie a sua persona. É necessário analisar se a sua missão, visão e valores estão coerentes com os tempos que vivemos, se eles são percebidos pelo seu público interno e externo e o mais importante se são, de fato, verdadeiros e passíveis de serem colocados em prática. Num universo digital, onde a informação navega na velocidade de um clique, mentiras não se sustentam e podem, inclusive, arruinar uma marca.
Tenha em mente que um vídeo-manifesto é uma maneira de fisgar o seu público através de uma mensagem inspiradora, que traduz os propósitos da sua corporação, ressaltando como o seu produto ou serviço pode melhorar a vida não apenas do seu consumidor, mas da comunidade. Contudo, ele emana uma mensagem que pode ser compreendida como uma promessa, por isso é preciso estar atento a exageros e objetivos não factíveis com a sua realidade, sob o risco de ver a sua credibilidade abalada. Também não tenha medo de mudar um posicionamento, de realinhar a rota. Apenas seja sincero e comunique o seu novo momento de forma coerente e assertiva.
Neste tipo de vídeo, além de um texto contundente e uma locução mais interpretativa e menos comercial é preciso dar atenção especial às imagens. Elas comunicam propósitos, sensações e sentimentos, faça uma análise cuidadosa de cada frame. E lembre-se: o vídeo-manifesto que é uma divagação. É preciso apresentar uma mensagem clara. A audiência está cada vez mais exigente.

Rush Video, sempre em movimento!

Comments are closed.