A Produção de um Curta Metragem

A Rushvídeo, ao longo de seus 25 anos de história, sempre foi uma produtora de vídeo focada na produção de vídeos corporativos, institucionais, treinamento, comerciais, eventos, enfim qualquer produção que seja dentro do mundo corporativo. Mas em 2018, fomos apresentados ao Hamilton Rosa Jr., diretor e roteirista. Iniciamos algumas conversas, contratamos os serviços dele como freelancer para alguns jobs e num bate papo ele nos falou de dois roteiros para curta metragens que estava escrevendo.

Conversamos algumas vezes sobre o assunto, e ele apresentou um esboço do roteiro e achamos interessante e uma oportunidade de produzir conteúdo fora do mundo corporativo, mas para isso nossa produtora de vídeo teria que produzir e arcar com os custos de produção. Para isso acontecer, pude contar com a participação voluntária de alguns profissionais. O Carlos Garcia, cinegrafista que sempre nos atende com extremo profissionalismo e a Mary Kuhn, que cuida de todas as edições e finalizações de nossos vídeos. Os dois aceitaram o desafio de trabalhar sem ganhar nenhum centavo para isso, apenas por amor a arte.

Assim, encaramos o desafio de produzir 2 curtas com uma equipe de 4 profissionais: Toni Ferreira na produção executiva, a Mary Kuhn na direção de arte, o Carlos Garcia na captação de cenas e o Hamilton Rosa na direção.

Com a equipe definida partimos para os detalhes técnicos, escolha de equipamentos e locações. Decidimos utilizar nossa câmera Sony Alpha a6300, com um jogo de lentes e um Gimbal, que foi extremamente útil em várias cenas com plano sequência.

Definido a captação de imagens, partimos para a captação de áudio. Tivemos duas opções, a gravação com um microfone boom, ou a captação com microfones de lapela. Decidimos utilizar os lapela.

Enquanto decidíamos os detalhes técnicos, o Hamilton acertava os detalhes para as locações. Fizemos visitas técnicas nos locais, todos em Campinas e todos cedidos pelos proprietários sem nenhum custo, e marcamos as gravações.

Foram 2 filmes produzidos em apenas 3 meses, o que consideramos um grande feito tendo em vista que muitos filmes independentes acabam não indo adiante depois do processo de filmagem. No próximo texto, nosso roteirista e diretor falará um pouco sobre as filmagens do curta Abelha Rainha. Continue nos acompanhando e até a próxima!

Rushvideo – Ideias em Movimento

Comments are closed.